| 3 comentários ]



Por falar em dar e levar, uma anedota velhinha:



O cu resolveu dar uma volta pelo interior do corpo, chegou ao pâncreas e disse:
- Olá pâncreas, eu sou o cu. Prazer em conhecê-lo, o senhor é muito simpático.
Subiu mais um pouco e chegou ao fígado:
- Olá fígado, que satisfação em conhecê-lo! Eu sou o cu. Passa lá em casa um dia destes.
E assim foi com todos os órgãos até chegar ao coração. O cu apanha o coração a jeito, começa-lhe a apertar as artérias, dá-lhe uma valente surra até o desgraçado do coração conseguir perguntar-lhe, assustado:
- Ó cu, foste tão gentil com todos os outros e comigo tratas-me desta maneira?
O cu respondeu:
- Pois é, filho da puta, apaixonaste-te pela pessoa errada e eu é que me lixo!

3 comentários

pinguim disse... @ quinta-feira, 18 setembro, 2008

Velhinha, mas boa...

kris disse... @ quinta-feira, 18 setembro, 2008

há sempre alguém que se lixa

Paulo disse... @ sexta-feira, 19 setembro, 2008

é verdade, Kris!

Postar um comentário