| 2 comentários ]

Fala serio!!!!!
Essa eu passo....






| 0 comentários ]

Lembrando que tudo é Santo ou Demónio;
Que todas as cores são permitidas,
todos os gostos e sabores,
sinto e lambuzo minha boca no sexo do teu Sabor;

Sinto as vezes pervertida forma de amar, sinto que teu corpo se domina, me domina,
sinto quando se entrega, quando cativa e de fera te faço Flor.



E o liquido que brota do seu corpo, doce no salgado do seu mar;

Me faz pecar;


De formas diversas,loucas, perversas fazemos sexo em lençóis de seda,na rua,na areia;

Fazemos um ritual que se transforma em templo do nosso amor;


Com a cor dos teus lábios,

desenho com o liquido,

teu vinho meu semen,

tua gruta que mata a sede;





Sou fogo, chama que te enlouquece, sou mel na boca que te alimenta,

sou o pecado que te faz querer mais;








E no fim, de um eterno começo;
brincamos;





E no Código do certo ou errado, faz de conta;
Não pergunte;
Não conte;
esqueça;
apenas ame, com todas as formas de fazer esse momento...

Doce
Salgado
apimentado
devasso
pervertido
proibido
e principalmente verdadeiro;




By
Código Secreto

| 10 comentários ]






Rogo que o pecado esteja ao lado...
Que esteja acima..
Que esteja abaixo..
Por todos os lábios, corpos idolatrados..
De lado... nunca do outro lado...
Que seja terra molhada, suada...
Que seja pranto de felicidade,
Que seja espelho, mesmo se reflexo errado..
Seja o código de uma amor sem normas,
Com erros dos meus acertos...
by
Código Secreto


| 0 comentários ]


Sabemos o caminho e as vezes mudamos o rumo...
O Segredo é evidente, esta na palma das mãos...
Código Secreto

| 0 comentários ]




Se eu pudesse mudaria o nome pecado para sede,
rasgaria vestes,
perderia o rumo em outras estradas perdidas armadilhas,
atearia fogo.
Agora se teu nome profano me faz deserto,
seca boca,
faz o corpo minar liquido que engana a mente,
faz me conter,
faz me calar;
Sede seria teu nome,
mais forte,
mais poderoso que o próprio pecado seria o que me persegue,
profano aos céus gritos,
verso e poesias virgens ao doce do seu beijo.
Sede é o meu desejo no céu de sua boca,
da língua felina ao encontro do corpo,
do desejo que emana fogo que lembra inferno,
que lembra sede, traço de compasso ao encontro de nossos corpos;
Desenho perfeito que marca nossos lençóis,
que desarruma nossas vidas,
que perfeita harmonia de céu e inferno em minutos de magia.
Sinto mãos,
suor,
sinto cheiro no ar;
Sinto lábios quentes,
corpo que aguarda o toque,
mais que corpo encontro de mentes;
Perfeita palheta nas mãos do artista,
te descubro enquanto me explora,
te vejo enquanto me sente,
me olha quando te sugo gotas de gente;
Armadilha colocadas ao acaso,
olhares perdidos ao vento,
corpos,
desejos ao lado ou à nossa frente;
Quem somos quando o perfume exala vicio perdidos somos dependentes?!
Quem somos quando perfeita harmonia se torna linhas paralelas?!
Destino certo,
igual e ao mesmo tempo,
lado a lado em caminhos diferentes;
Quem sou quando tua voz;
Quem sou quando teu corpo;
Se junta ao meu desfazendo qualquer regra,
paralela sintonia;
A sede evapora o mel dos nosso corpos,
me embriaga com o aroma e desejo;
A sede persegue nossas vidas,
as vezes por varias vidas,
para no inferno molhar a boca e matar nossa sede..;
by
Código Secreto
"Acredito no AMOR seja ele qual for, acredito que nada é por acaso,
que linhas são traçadas e estes nós são para sempre,
mesmo que por acaso o destino te faça parecer diferente"

| 3 comentários ]

Vou apimentar um pouco mais esta tribo...
No lema do Código nada é proibido, nada é pecado,nada é julgado;
Importante é saber respeitar escolhas e formas de se viver;
Porém tudo tem que ser bom, dar prazer sem nunca ousar dos Limites.



"A diferença do remédio para o veneno é a quantidade que se toma"








































Código Secreto

| 3 comentários ]


Quando seu corpo brinca de procurar o meu,

como se fosse uma armadilha não sei ao certo se te quero caça ou caçador.

Quando sinto teu cheiro perpetua magia que brinda com o gozo ainda por vir,

que desliza na sua pele seda macia,
que gruda no suor,

embriaga no aroma, perdido te faço felina flor.

Quando o começo se mistura na entrega,

quando se perde o tempo orgia proibida nos versos do autor.

Te sonho na espera, te desejo na entrega,

nascente nas águas gruta incerta, corpo salgado,

doce veneno que me mata de amor.
by
Código secreto

| 4 comentários ]



Clube de swing



São locais destinados à prática de swing, com acesso restrito apenas a casais. Em algumas festas temáticas pode ser permitida a entrada de pessoas sozinhas, de um ou ambos os sexos, para fins de ménage. Os clubes podem ser exclusivos para casais swingers, ou terem outras atividades (boate erótica, por exemplo), reservando um dia da semana para eventos swingers. Alguns dos clubes permitem o acesso a pessoas sozinhas em alguns dias da semana ou em alguns casos em espaços separados dos casais.
A maioria dos clubes de swing é dividida em dois espaços: uma boate com música de diversos tipos (gravada ou ao vivo) e um "espaço íntimo", acessível por uma porta discreta.
A boate: sua estrutura pouco difere de uma boate convencional. Os casais dançam, consomem bebida e petiscos como em qualquer boate. O diferencial está nas brincadeiras eróticas e na apresentação de
stripteases masculinos e femininos. Às vezes, também ocorrem performances de casais strippers, ou com objetos eróticos. Os strippers costumam interagir com a platéia, mas só o fazem se devidamente autorizados pelo casal ou pessoa abordada. No primeiro sinal de desinteresse, se afastam. A pista de dança pode ter queijinhos e mastro para facilitar danças eróticas. Em alguns locais, também há estrutura para sex shop, janela indiscreta, paredão e box transparente com chuveiro para performances com água.
O espaço íntimo: varia conforme a casa de swing, embora camão e
darkroom sejam tradicionais. A seguir, uma breve descrição do que é possível encontrar na área íntima de uma casa de swing:
camão ou tatame: cama enorme na qual vários casais praticam sexo simultaneamente. Ao seu redor, é comum a presença de vários casais assistindo e estimulando os demais participantes
darkroom ou jogo do quarto escuro (pt): ambientes sem iluminação, completamente escuro, com poltronas ou sofás nos quais os casais trocam carícias ou mesmo relacionam-se sexualmente. O estímulo desejado é mais auditivo que visual, e permite grande privacidade
aquário: quartos com paredes de vidro nos quais os casais se relacionam a portas fechadas enquanto do lado de fora outros assistem
confessionário: salas com camas ou poltronas individuais, separadas do ambiente externo por treliça. Permitem a quem está de fora assistir a relação sexual
labirinto: sala com pouca iluminação, estruturada na forma de labirinto, cujo objetivo é encontrar a saída. No trajeto, os casais trocam carícias e encontram pequenas surpresas, como confessionários, espalhados pelo ambiente.
cadeira erótica: cadeira especialmente projetada para facilitar grande número de posições sexuais

| 0 comentários ]


Podolatria é um tipo particular de fetiche cujo desejo se concentra nos pés. No Brasil, um fetichista de pés é normalmente reconhecido pela expressão 'podólatra'. Já em Portugal não é incomum o uso do termo podófilo. Deve-se ter cuidado para não confundir o termo com outro muito parecido, mas de sentido completamente diverso: pedofilia, atração por crianças. São atos comuns que levam o podólatra a ter excitação e prazer sexual o ato de ver, tocar com as mãos, lamber, cheirar,beijar ou massagear os pés de outra pessoa, entre muitos outros; muito raramente um fetichista pode ainda ter prazer quando os próprios pés são objeto dessas ações.
O fetichista responde ao pé de uma maneira similar à que outros indivíduos respondem a
nádegas ou seios. Mas é de notar que, no caso do podólatra, esse desejo direcionado para uma parte específica do corpo adquire o caráter pronunciado de uma fixação. Alguns podólatras, por causa disso, sentem prazer em ter seus genitais manipulados pelos pés do parceiro até o ponto de atingir o orgasmo e a ejaculação (footjob, em inglês). Este é, provavelmente, o exemplo mais frequente de excitação com o uso dos pés capaz de levar à satisfação completa sem que haja penetração, isto é, sexo genital (talvez por se tratar, também, de fato, de uma forma de masturbação). Outras fórmulas em que uso dos pés por si só acabam por levar ao orgasmo e à ejaculação também existem, todavia, variando de indivíduo para indivíduo.
Como outras
parafilias, o fetiche que se concentra nos pés varia enormemente e pode ser altamente especializado. Assim, um fetichista pode ser estimulado por elementos que outro considera repulsivos. Alguns podólatras preferem pés com arcos pronunciados, outros, de dedos longos, unhas longas, alguns preferem pés descalços, outros, pés calçados em certos tipos de calçados ou meias, alguns preferem pés muito bem cuidados, outros, sujos, de plantas incrustadas de terra, etc.
Um fetichista de pés pode ser
homem ou mulher, embora estime-se que o contingente masculino passe de 70%. Outras práticas sexuais como o sadomasoquismo frequentemente acompanham a atração por pés. Um traço que permite distinguir o podólatra, no entanto, na comparação com o sadomasoquista submisso, é o fato de que o pé, para aquele, reveste-se de um valor estético, que por si só o excita. Há um profundo e ao mesmo tempo evidente potencial de significação sadomasoquista relacionado aos pés. Mas as fantasias que aproveitam esse potencial surgem a partir de uma excitação espontânea que os pés desencadeiam. Os pés não servem de mero instrumento para realização de fantasias de submissão, como acontece nos casos de sadomasoquismo típico. Eles, por si mesmos, desencadeiam a cobiça e o processo de desejo, que passa a orbitar em torno deles. O sadomaquismo encontra-se presente em segundo plano, provavelmente na origem da formação do desejo podólatra, numa etapa anterior.
Obtido em "
http://pt.wikipedia.org/wiki/Podolatria"
Código Secreto

| 4 comentários ]



Origem


O “Pompoarismo” é uma técnica milenar (cerca de 3.000 anos ), proveniente do Oriente e praticada em vários países.Na Tailândia, as mães ensinam suas filhas desde muito cedo.

Apresentação
Está voltado primeiramente para o conhecimento do próprio corpo, sua capacidade e limite. A partir daí o “Pompoar” é uma técnica que possibilita desenvolver e explorar, com maior intensidade, a própria satisfação sexual. Bem como permite a auto realização psicológica, emocional e afetiva no âmbito de uma relação a dois. Isto se dá partindo do princípio que a pessoa está feliz e realizada, a chance de fazer o parceiro partilhar desta felicidade na mesma intensidade é muito maior.

Finalidade
A idéia de desenvolver está técnica é que nos seus exercícios o casal adquire uma cumplicidade maior, proporcionando um prazer mútuo e harmônico.A interação do casal na sua intimidade, dia a dia, promoverá o prazer e o bem estar concomitantemente. Sabemos que o orgasmo é o ápice numa relação sexual, porém sua intensidade procede de uma conduta anterior onde às partes estão envolvidas pela atenção, dedicações e pela própria liberdade de ação.


Importante
Todas as mulheres saudáveis podem apreender essa técnica em poucas horas de um dia. Há necessidade de treinamento, solitário para fortalecimento e agilização do pubococcígeo, (conhecido como músculo do amor), que é o feixe de músculos dentro do qual está o canal vaginal.

Para ser uma “Pompoarista” não precisa acreditar, basta querer. Na sua vida tenha sempre como principio:
"Querer é Poder"
1. Contração vaginal Sentada numa cadeira, contraia os músculos da vagina como se apertasse algo dentro dela. Conte até três e relaxe. Repita dez vezes. Depois, contraia e relaxe rapidamente, como se quisesse imitar o ritmo de uma respiração ofegante. Conte até dez novamente. Total: 20 repetições.
2. Contração Anal Pompoarismo: Deitada, flexione as pernas e eleve o quadril. Fique apoiada apenas sobre os ombros e os pés. Contraia o bumbum, conte até três e solte. Faça dez vezes. Deite na cama e relaxe o corpo por alguns instantes. Depois, volte à posição anterior e contraia o ânus em três tempos, sem relaxar entre um e outro: de leve, mais forte e com toda a intensidade. Faça dez vezes. Relaxe e repita o exercício, só que dessa vez você irá contrair não só o ânus, mas também a vagina como se quisesse sugar alguma coisa com ela. Mais dez vezes. Total: 30 repetições.
3. Sucção vaginal Recostada na cama, separe as pernas e deixe-as semiflexionadas. Insira um dos dedos na vagina e aperte-o o máximo que puder. Caso não consiga apertar o dedo, insira dois. Faça dez vezes. Depois, tente sugar o dedo com a vagina. Ajude com a respiração: na hora do movimento de sucção do dedo, inspire e prenda o ar. Conte até três. Repita dez vezes. Total: 20 repetições.
4. Contração de glúteo De pé, com os pés paralelos e distantes 20 centímetros um do outro, contraia o bumbum. Tente unir as nádegas o máximo que puder. Conte até três e relaxe. Faça dez vezes. Repita o exercício contraindo e soltando rapidamente, como se acompanhasse uma respiração ofegante. Conte dez vezes. Total: 20 repetições.
5. Movimentação do períneo De pé, com as pernas semiflexionadas e as mãos na cintura, mova a pélvis para cima e para frente, contraindo o canal da vagina. Conte até três e solte. Faça dez vezes. Depois, faça um movimento circular, como se usasse um bambolê. São quatro movimentos: primeiro, a pélvis vai para cima e para frente; depois o quadril vai para a esquerda; em seguida o bumbum deve ser impinado para trás; por último, o quadril vai para a esquerda. Fala dez giros completos. Total: 20 repetições.






| 6 comentários ]